DICAS DE CULTURA

Paraty reedita festa do livro


A Feira do Livro de Paraty (Flip), Rio de Janeiro, foi hoje aberta ao público nesta que é a sua sétima edição.

Este ano os amantes da literatura vão poder, para além de adquirir livros, encontrar-se com os autores, estando prevista pela organização a presença de mais de três dezenas de escritores, das áreas mais diversas, sendo que um destaque especial é dado à literatura árabe.

Segundo o site da Flip, considerada mais uma festa literária do que uma feira de livros, estão confirmadas as presenças de 19 convidados estrangeiros, com destaque para a escritora sul-africana Nadine Godimer, prêmio Nobel da literatura em 1991. Ao seu lado o jovem serra-leonês Ishmael Beah, que conta em livro a terrível experiência de ter sido um menino soldado durante a guerra civil no seu país.

A literatura árabe, que nos últimos anos tem estado no topo das vendas no Brasil, chega a Flip pelas mãos da egípcia, residente em Londres, Ahdaf Soueif. Na mesma feira escritores judeus, como o aclamado pela crítica, Amós Oz e a presença de Maus, clássico de Art Spiegelman.
Entretanto, é a literatura portuguesa mais uma vez o destaque dessa festa literária. E este ano o convidado especial é o moçambicano Mia Couto, atualmente um dos escritores africanos de língua portuguesa mais lidos no Brasil.

Mia Couto vai a Flip depois de ter sido homenageado na Festilip, encontro de teatro de língua portuguesa, realizado no Rio de Janeiro, pela sua contribuição para o teatro lusófono. O encontro reúne, este ano, grupos de teatro Angola, Cabo Verde, Brasil e Portugal.

Fonte: jbonline
           www.flip.org.br
           www.talu.com.br