ACONTECEU

Batucadeiros do Brasil forma em percurssão corporal

O grupo Batucadeiros, do Instituto Batucar, do Brasil, capacita quase 80 crianças e adultos em percurssão corporal.

A oficina, realizada entre os dias 14 e 18 de Julho, decorreu no espaço desportivo da Escola Secundária Abílio Duarte, no Palmarejo.

A atividade integrou crianças, adolescentes e técnicos de diferentes serviços que trabalham com a promoção cultural. Durante uma semana os formandos aprenderam ritmos brasileiros que se pode tirar no corpo.

Em relação aos conteúdos apresentados durante a formação, o professor Gamal Monteiro, que participou na oficina, afirma que aprendeu "o espírito da coisa, o conceito do trabalho com o ritmo cultural, o que para mim foi o mais importante".

Gamal, que está a frente do Grupo Afro Abel Djassi, Escola de Ritmo Pantera e o Circ'Afri, afirma que vai "transcrever os ritmos que os jovens desses grupos aprendem no seu dia a dia de trabalho com a percurssão para a percurssão corporal".

Os formadores dos Batucadeiros, Patrícia e Ricardo Amorim, afirmaram, no fim da oficina, que encontraram os formandos já com muita noção de ritmo e que, por isto, a formação foi nos dois sentidos, já que tanto ensinaram como aprenderam.